Durante minha campanha para a prefeitura da cidade de São Paulo, pessoas imbuídas de má fé e comprovadamente ligadas a outras siglas, inventaram 31 motivos para não votar em mim. Porém para cada um destes motivos infundados, tenho respostas baseadas em fatos e provas. Confira:

Respeito os taxistas e tenho o maior apreço por eles. Inclusive os defendo constantemente. Porém, não defendo atitudes erradas. A situação em questão aconteceu há quase 10 anos. Eu apenas pedi para o taxista retirar o veículo da minha vaga, pois eu tinha uma audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor e iria me atrasar. Ele havia estacionado numa vaga privativa e de forma irregular. Como se recusou a sair, solicitei providências à segurança da Câmara dos Deputados.

 

Resposta à afirmação enganosa a seguir:

20) Você sabia que Russomanno apesar de se apresentar como um “homem muito humilde” humilha os mais simples na base do “você sabe com quem está falando”? Celso Russomanno bateu boca no estacionamento da Câmara com um taxista que obstruía a passagem de seu carro. Aos berros, o deputado destratou o motorista. Em seguida, chamou um segurança para deter o taxista, que já havia se desculpado. Quando o passageiro tentou acalmar Russomanno, o parlamentar disparou: “Não me chame de você! Sou deputado federal!”.

 

Foto: Douglas Gomes